BEBER ÁGUA PODE AUXILIAR A DIMINUIR RISCOS DE CONFUSÃO MENTAL NO IDOSO - HIDRATE-SE AGORA E SEMPRE!


A hidratação protege o corpo e a mente do idoso e beber água é fundamental

Como somos feitos de cerca de 70% de água e perdemos muito desse líquido em qualquer atividade, fica a recomendação para a sua ingestão, além de outros, especialmente no verão. Descobrir que a falta de água pode ser a causadora de confusão mental em idosos, causa surpresa para muitos, pois desconhecem os males que isso pode trazer para a saúde. A hidratação é essencial para as pessoas mais velhas, porque perdem líquido com mais facilidade. Destacamos informações sobre a necessidade da reposição de água no organismo, lembrando que só há vantagens na sua ingestão. O importante é não esquecer de beber! Pra quem gosta de tecnologia, há até um aplicativo de celular chamado "WATER YOUR BODY" ("Hidrate seu corpo" ) para lembrar o usuário de beber água constantemente.

A água é um dos nutrientes mais importantes para o bom funcionamento do organismo em todas as fases da vida. Entretanto, para a turma acima dos 50/60 anos, beber pouca água pode causar  ou agravar inúmeros problemas de saúde; especialmente aqueles ligados ao avanço da idade. Para que sejam entendidos os malefícios que a baixa ingestão de água pode causar na saúde dos idosos, é interessante o conhecimento dos benefícios desse precioso líquido:
·       Melhora da digestão
·       Controle da pressão sanguínea
·       Dificuldade para a formação de cálculos renais e melhora da função renal
·       Manutenção da hidratação em geral, destacando-se a hidratação da pele
·       Aumento da resistência física
·       Diminuição dos riscos de infarto

Por que o idoso se torna mais vulnerável diante da baixa do consumo de água?
Quando nascemos, o corpo é constituído por cerca de 90% de água, passando para algo em torno de 70% na fase adulta e baixando para aproximadamente 50% quando se é um sexagenário. Ou seja, a reserva hídrica nos idosos é bem menor e, naturalmente, há uma interferência negativa no equilíbrio interno do corpo: os mecanismos de detecção de falta de água e de percepção da sede declinam. Por isso o consumo de água diminui sensivelmente, fazendo com que a desidratação seja uma doença muito comum a partir da maturidade, não só porque o corpo tem menos água, mas devido ao fato de que os idosos não se dão conta, pela falta de sede, de que o organismo está precisando fazer a reposição do líquido.
Diante disso, a informação e conscientização do idoso, ajuda-o  para que se mantenha vigilante e para que  “se policie” na preservação  do hábito de tomar água ao longo do dia. Entretanto, quem convive com a pessoa idosa, pode ser um aliado nessa questão, oferecendo o líquido com frequência ou lembrando constantemente, a necessidade de seu consumo. O consumo de chás, sucos naturais,  frutas com maior teor de líquido (como melancia, melão, abacaxi, laranja...) pode servir para dar um reforço na hidratação.
  
É verdade que o idoso que não bebe água pode ter confusão mental?
A confusão mental pode se originar de vários fatores, inclusive doenças mais graves como um AVC, infecção urinária, complicações do diabetes, etc. Mas, manter o corpo sem a reposição adequada de água no organismo, pode sim causar confusão mental e, além disso, também pode causar perda de memória, queda da pressão arterial, aumento dos batimentos cardíacos e angina; entre outros “sinais”. Porém, diante do sinal de confusão mental, além da hidratação, uma avaliação médica deve ser feita com rapidez.  

Quanto o idoso deve ingerir de água, ao longo do dia?
Beber em torno de um litro e meio a dois litros de água por dia, é comumente indicado. Entretanto, em caso de problemas de saúde, principalmente ligados à função renal ou às limitações do funcionamento do aparelho digestivo, o médico deve ser consultado para orientar quanto a isso. Alguns vovôs e vovós que  se mostram alheios ao que se passa ao redor, irritadiços com pequenos acontecimentos, confusos e esquecidos repentinamente, podem não estar com início de  Alzheimer ou demência, podem estar necessitando de água, embora não sintam sede. Vale lembrar que os exageros, como beber água demais, também causam problemas sérios que podem até levar à morte em casos extremos.  
Para ajudar a lembrar sobre a importância do consumo de água entre os membros da turma da terceira idade, encerramos essa matéria com um vídeo muito sério naquilo que ensina, mas muito divertido na maneira como apresenta o seu conteúdo. "Um brinde para você!” 
 

FONTES: 
Foco em vida Saudável - A importância de beber água
www.viomundo.com.br/
www.folhavitoria.com.br
lindoyaverao.com.br

Um comentário: