IDOSOS CORREM MAIORES RISCOS COM AS DOENÇAS TRANSMITIDAS PELO AEDES AEGYPTI

ZIKA VÍRUS - Transmitido por um pequeno inseto e causador de grandes problemas


Diante das informações que estão sendo veiculadas nos meios de comunicação, consideramos importante ajudar no esclarecimento de dúvidas a respeito do assunto. Todos somos responsáveis. Informação e prevenção ainda são os melhores remédios!

A DENGUE é a mais conhecida das doenças transmitidas pelo mosquito e possui como sintomas mais comuns: febre alta, cansaço excessivo, dores de cabeça, atrás dos olhos e no corpo, náuseas e vômitos.
Outra doença transmitida pelo mesmo mosquito é a FEBRE CHIKUNGUNYA que, apesar de ter sintomas parecidos com a dengue, tem como diferença o acometimento das articulações (“juntas”). O vírus afeta as articulações dos pacientes e causa inflamações com fortes dores, podendo ser acompanhadas de inchaço, vermelhidão e calor local.
Atualmente, as doenças ligadas ao ZIKA VÍRUS, que é transmito aos humanos através de picadas do inseto e geralmente ocorrem ao final da tarde e à noite, têm ocupado muito espaço na mídia e preocupado os órgãos de saúde por sua gravidade. Os idosos têm um risco maior, comparado a pessoas mais jovens, ao contrair a doença. O Ministério da Saúde estima que o problema de saúde em idosos potencializa em até doze vezes o risco de morte,diante dessas doenças, pois o sistema imunológico do idoso vai enfraquecendo com a idade.


Confira os sintomas

Os sintomas do Zika vírus são semelhantes aos da Dengue, porém, o Zika vírus é mais fraco e por isso, os sintomas são mais leves e desaparecem entre 4 a 7 dias. É importante ir ao médico para confirmar se realmente está com Zika.
Inicialmente, os sintomas podem ser confundidos com uma simples gripe, provocando:
  • Febre -  entre 37,8°C e 38,5°C;
  • Dor nas articulações -  principalmente das mãos e pés;
  • Dor nos músculos -  do corpo;
  • Dor de cabeça  -  que se localiza principalmente atrás dos olhos;
  • Conjuntivite -  que é uma inflamação do olho e que provoca cor avermelhada dos olhos, irritação que leva a lacrimejar, inchaço das pálpebras e secreção amarela;
  • Hipersensibilidade nos olhos -   maior sensibilidade à luz do dia;
  • Manchas vermelhas -  na pele, que iniciam na face e que se podem espalhar pelo corpo e, que podem ser confundidas com sarampo;
  • Cansaço físico e mental.
Além destes sintomas, também pode-se observar, com menos frequência, problemas digestivos, como dor no abdômen, náuseas, vômitos, diarreia ou prisão de ventre, aftas e coceira pelo corpo.
A visita ao médico, como já foi alertado, é imprescindível diante das primeiras manifestações dos sintomas. ATENÇÃO: a automedicação pode ser um fator de extremo risco nesses casos, uma vez que determinados remédios podem aumentar as chances de hemorragias e outras complicações. Por isso, destacamos nessa matéria, uma lista de alguns dos remédios que são contraindicados diante da suspeita das doenças abordadas, para que, com mais informações, todos possam preservar a saúde.
Para finalizar... Uma das coisas mais importantes no combate a essas doenças, causadas pelo mosquito AEDES AEGYPTI: 
A MAIOR FORMA DE PREVENÇÃO, ALÉM DA INFORMAÇÃO, CONSISTE NA LIMPEZA E ORGANIZAÇÃO DE TODOS OS ESPAÇOS, PARA EVITAR A REPRODUÇÃO DO MOSQUITO. SOMOS TODOS RESPONSÁVEIS!

Nenhum comentário:

Postar um comentário