A IMPORTÂNCIA DA LEITURA PARA O CÉREBRO DOS IDOSOS


 Quem tem o hábito da leitura, não perca. Quem não tem, comece a ter!

A ciência comprovou recentemente o que parecia óbvio: a leitura faz bem para o cérebro. Saiba como isso acontece...

Ao falar sobre a importância da leitura pensamos logo em crianças, não é? Atualmente precisamos lembrar de que há outros grupos na sociedade que se beneficiam e precisam criar este hábito: o pessoal sênior. Um livro pode ser um grande companheiro e um provedor de saúde física e emocional.

Estudos comprovam que para atenuar os efeitos do envelhecimento, os estímulos como: ver filmes, visitar exposições, dançar, cantar e é claro ler, mantêm o cérebro ativo; o que é o melhor caminho para evitar uma série de degenerações do corpo e da mente.
O importante é manter a mente ativa e assimilar novos conhecimentos. O exercício mental da leitura ajuda a melhorar o funcionamento cerebral, pois mesmo com a idade avançada, novos neurônios podem nascer.
Nosso cérebro é um organismo vivo que aprende e cresce ao interagir com o mundo através da percepção e da ação.
Segundo o site estantevirtual.com.br, listamos 10 benefícios da leitura:
·       A leitura estimula a memória expandindo a capacidade da nossa mente.
·       A leitura é combustível inesgotável para a imaginação.
·       A leitura nos dá as palavras, instrumentos para expressar nossos sentimentos.
·       A leitura nos aproxima da compreensão de mundo e do autoconhecimento.
·       Ao ler, nos deparamos com aquilo que pensamos, isto é, nossas crenças.
·       É possível experimentar sensações com a leitura, sem de fato, experimentá-las fisicamente.
·       O ato de ler leva naturalmente ao escrever e ao escutar.
·       Ler pode elevar a autoestima.
·       A leitura desconhece a solidão, nos permite estar sempre acompanhados;
·       A leitura constrói sonhos e nos empurra para a realização.
Segundo pesquisas do Centro Médico da Universidade Rush (Chicago-EUA/”Neurology”, 3 de julho), a atividade de leitura pode reduzir a velocidade do processo de deterioração mental  em até 15%. O Dr.  Marcos Alvinair Gomes (geriatra) diz o seguinte sobre o assunto: “Um dos processos de prevenção contra a perda de memória e cognição é o estímulo permanente do cérebro. E uma das formas de manter essa estimulação permanente é a leitura. Peço para quem tem o hábito da leitura não perdê-lo e para quem não tem começar a ter”.  

Agora sabendo de tantos benefícios é só sentar e ler... que lá vem história!